Mea Culpa (2024) – Filme da Netflix: Um thriller intrigante com um roteiro brilhante

Mea Culpa é um filme escrito e dirigido por Tyler Perry. É estrelado por Kelly Rowland e Trevante Rhodes.

Tyler Perry não é apenas um ator excepcional, mas também um escritor e diretor talentoso. Ele mostra suas habilidades em ambas as funções para oferecer um thriller clássico que se baseia muito no roteiro e nas atuações, proporcionando um suspense perfeitamente elaborado no estilo Hitchcock.

É um filme completo, um dos muitos que já vimos, com ótimo suspense, atuações fortes e direção impecável que segue as convenções do gênero.

É surpreendente? Nem um pouco.

Enredo

Uma advogada problemática decide defender um pintor famoso acusado de assassinato. As coisas se complicam devido à família de seu marido e a um claro conflito de interesses no caso. À medida que ela se aproxima de seu cliente, que é charmoso e notório, o caso começa a afetá-la pessoalmente.

Sobre o filme

É um filme perfeito para uma sexta-feira à noite, com Kelly Rowland roubando a cena como protagonista absoluta. Ela interpreta a heroína em um papel que pode não lhe render um Oscar, mas que lhe permite brilhar com um excelente roteiro que atinge os objetivos certos, proporcionando um bom filme de suspense que, infelizmente, não consegue causar uma impressão duradoura.

A história é tão clássica e tradicional que, apesar de todos os seus pontos fortes, não tem a originalidade que desejamos.

O ritmo é excelente, levando o tempo necessário para desenvolver o relacionamento entre o artista e o advogado. No entanto, tudo é tão previsível e convencional que a proeza técnica perde seu apelo.

Os personagens secundários são bem desenvolvidos e todos têm seus motivos em um roteiro perfeitamente elaborado que se encaixa perfeitamente, mas não consegue surpreender ou fazer com que o filme se destaque entre os muitos thrillers semelhantes que já vimos.
É um filme de suspense “à moda antiga”: a tensão está nos diálogos, no desenvolvimento dos personagens e em como a trama e a intriga consomem os personagens internamente.

Sem perseguições, cenas de risco ou aventuras, ele se baseia apenas no aspecto psicológico.

“Mea Culpa” parece satisfeito em atender às expectativas de um thriller e, apesar de fazer um bom trabalho em todos os aspectos, não se esforça para se destacar.

Nossa opinião

É um filme tradicional, feito com maestria. O roteiro é excelente, a atuação e os diálogos são bons e o enredo é coerente. No entanto, ele não surpreende, não se destaca e, por fim, não deixa uma impressão duradoura.

Onde assistir “Mea Culpa”

Netflix

Veronica Loop
Veronica Loophttps://medium.com/@veronicaloop
Veronica Loop é a diretora administrativa da MCM. Ela é apaixonada por arte, cultura e entretenimento.
Contato: veronica (@) martincid (.) com
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos mais recentes