‘O Abismo’ (2024) – Um filme sueco na Netflix com uma mensagem: a exploração excessiva de uma mina e seus desastres

O Abismo é um filme escrito e dirigido por Richard Holm. É estrelado por Tuva Novotny, Kardo Razzazi, Peter Franzén e Felicia Truedsson.

A maior explosão de rochas da Suécia, a maior mina do mundo, causa centenas de terremotos todos os anos. As populações vizinhas precisam se deslocar devido aos terremotos, que destroem casas.

“O Abismo” é um filme sueco, dramático com um toque de sustentabilidade ambiental, sobre uma mina superexplorada que ameaça destruir uma cidade. Uma pequena produção que sabe o que quer alcançar, como fazê-lo e, acima de tudo, seus recursos e público-alvo.

Portanto, “O Abismo” é uma produção televisiva que não pretende atingir o nível de filme-catástrofe de Hollywood e, ao tomar boas decisões (especialmente devido ao seu orçamento), concentra-se mais nos personagens e em seu desenvolvimento do que no desastre da mina em si.

Enredo

Frigga é uma mulher que tem um novo namorado, um marido do qual ainda não se divorciou e uma filha rebelde. Tudo isso seria mais ou menos administrável se ela não fosse uma das responsáveis pela exploração de uma mina que gira em torno da vida de uma população.

E adivinhe só? Sim, a mina acaba de causar um colapso, e a cidade começa a desmoronar.

Sobre o filme

“O Abismo” é, acima de tudo, uma produção televisiva que sabe como deixar as coisas claras, com personagens bem desenvolvidos, e brinca com os novos papéis dentro da família, sempre ciente de que é uma produção modesta que conhece suas limitações estéticas. Não há orçamento aqui para criar um desastre de proporções cósmicas, e a intriga gira em torno dos personagens e de seu desenvolvimento, sem focar em cenas de ação ou criar grandes planos.

A fotografia é boa, mas não é magnífica em nenhum momento, e é um filme que se concentra mais no roteiro, na atuação e, acima de tudo, em apresentar uma situação da forma mais realista possível, ao mesmo tempo em que conscientiza o público.

Um filme que concentra suas aspirações em sua visão do meio ambiente e nas consequências da má exploração, e não em seu apelo estético ou visual.

Não é um filme ruim, mas o acúmulo de tantos filmes de Hollywood sobre desastres naturais nos faz esperar um filme mais espetacular do que o que vemos.

Entretanto, e sem ser totalmente original, a abordagem é totalmente apropriada.

Nossa opinião

Mais interessante por seu tema do que por sua resolução. Não brilha na cinematografia, e os personagens são projetados para justificar uma mensagem o tempo todo.

Onde assistir “O Abismo”?

Netflix

Alice Lange
Alice Lange
Alice Lange é apaixonada por música. Ela fez parte de várias bandas na área de produção e agora decidiu levar sua experiência para o campo do jornalismo. Ela também faz críticas de filmes e televisão e participa de vários eventos.
Contato: music (@) martincid (.) com
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos mais recentes