Home Blog

aespa Lança Novo Sucesso “Supernova” e Conquista o Topo das Paradas na Coreia

0

Esta semana, o grupo aespa (에스파) chegou ao primeiro lugar dos vídeos mais vistos no YouTube na Coreia com seu novo hit “Supernova”. A canção já é um sucesso absoluto no país e promete seguir o caminho de outros fenômenos do k-pop, conquistando fãs ao redor do mundo.

O grupo é composto por duas coreanas, uma japonesa e uma chinesa, e desde 2019 vem encantando o público com sua música única e envolvente. O nome “aespa” é uma combinação de “æ”, que significa “Avatar X Experiência”, e a palavra inglesa “aspect” (aspecto), sugerindo uma dualidade intrigante. Essa visão de mundo do grupo baseia-se na ideia de conhecer um avatar e experimentar um novo universo.

Em abril deste ano, aespa fez um pré-lançamento da música “Ilusion” e, em junho, lançarão seu segundo mini-álbum intitulado “Girls” e seu segundo álbum completo chamado “Life’s Too Short”. Além disso, aespa se juntou ao time da Warner Records, tornando-se o primeiro grupo de k-pop a assinar com a renomada gravadora americana.

Este é um marco significativo tanto para aespa quanto para o gênero k-pop, que continua a romper barreiras culturais e linguísticas.

Se você gostou de “Supernova”, preparamos dois vídeos adicionais onde você poderá aprender a coreografia dessa música contagiante. Não perca a chance de dançar ao som desse novo sucesso!

Crítica de Filme: “Instinto Materno”: Duas Atrizes Brilham em um Filme que Não Convence

0

“Instinto Materno” é um thriller estrelado por Jessica Chastain e Anne Hathaway. Com duas atrizes excepcionais no elenco, o filme promete muito, mas acaba não cumprindo suas expectativas. Ambientado nos anos 60, o longa conta com uma excelente fotografia e uma recriação de época digna de elogios. No entanto, apesar do potencial evidente, o filme não consegue convencer nem o público nem a crítica.

Argumento

Celine trabalha para Alice como cuidadora de seu filho. Certo dia, Celine se distrai e o menino cai de uma sacada, resultando em sua morte. O tempo passa e as duas mulheres tentam superar a perda, cada uma à sua maneira. Porém, Celine começa a se aproximar do outro filho de Alice, gerando desconfiança.

Instinto Materno
Instinto Materno

As Atrizes

Jessica Chastain e Anne Hathaway são duas atrizes de renome que já ganharam o Oscar e sempre entregam performances memoráveis. Elas são versáteis, capazes de atuar em comédias, dramas e thrillers com igual maestria. No entanto, em “Instinto Materno”, mesmo com atuações sólidas, elas não conseguem salvar a trama. Os personagens parecem forçados e não se encaixam de maneira natural no contexto do filme.

Problemas de Roteiro

Desde o início, o filme parece artificial, preparado de forma a tentar criar um suspense que nunca se concretiza. Os problemas começam com os giros de roteiro que não convencem e uma trama que não prende a atenção. As atuações, embora tecnicamente boas, acabam soando pouco críveis devido às falhas do roteiro.

O Ponto Alto: A Ambientação

Se há algo que se destaca em “Instinto Materno” é a ambientação. A fotografia é excepcional e a recriação da América dos anos 60 é feita com grande precisão. Penteados, vestuários e até mesmo expressões e gestos são representados de forma autêntica.

Nossa Opinião

Apesar de possuir elementos promissores, “Instinto Materno” falha no essencial ao entregar um thriller mal construído e um roteiro fraco. Com esse ponto de partida problemático, era difícil o filme ter um bom resultado, mesmo contando com duas atrizes de altíssimo nível. Portanto, o filme se torna um exemplo frustrante de como grandes talentos podem ser desperdiçados em uma produção que não entrega o que promete.

New York City Opera Apresenta “Celebração a Puccini” no Bryant Park

0

A New York City Opera orgulhosamente anuncia o evento “Celebração a Puccini” como parte das apresentações de piquenique no Bryant Park, patrocinadas pelo Bank of America. O evento acontece nos dias 31 de maio e 1 de junho de 2024, às 19h, no Bryant Park, em Nova York.

Este evento dá início à comemoração de 100 anos desde o falecimento de Giacomo Puccini, um dos maiores compositores de ópera da história. A entrada é por ordem de chegada, sem necessidade de ingressos, e há assentos disponíveis e cobertores de piquenique gratuitos para emprestar ao público. Para mais informações, visite bryantpark.org/picnics.

Para aqueles que não puderem comparecer pessoalmente, haverá uma transmissão ao vivo gratuita disponível em todo o país através do site e das redes sociais do Bryant Park.

Michael Capasso, Diretor Geral da New York City Opera, expressa a emoção de se apresentar ao ar livre: “Minha parte favorita de se apresentar ao ar livre é como a música ecoa sob as estrelas. O oásis mágico do Bryant Park no verão é incomparável, cercado pela paisagem icônica de Nova York. Somos ‘A Ópera do Povo’, e através da nossa parceria com o Bryant Park, estamos entusiasmados em apresentar nossas ofertas favoritas gratuitamente para milhares de nova-iorquinos.”

Dan Fishman, Vice-presidente de Eventos Públicos no Bryant Park, comenta: “As apresentações de piquenique têm o objetivo de tornar as artes e a cultura extraordinárias de Nova York acessíveis a todos. Sem as barreiras dos locais tradicionais e com a ajuda de parceiros extraordinários como a New York City Opera, o Bryant Park se torna um ótimo cenário para novos espectadores ouvirem ópera pela primeira vez e para fãs de longa data experimentarem essas obras duradouras de uma nova maneira.”

A New York City Opera foi apelidada de “A Ópera do Povo” pelo prefeito Fiorello LaGuardia em sua fundação em 1943. Mais de 75 anos depois, a City Opera continua sua missão histórica de inspirar o público com óperas inovadoras e teatralmente envolventes, nutrir o trabalho de artistas americanos promissores e construir novos públicos através de preços acessíveis e extensos programas de alcance e educação. As apresentações de piquenique continuam a tradição da ópera no Bryant Park.

Celebração a Puccini

Bryant Park, Rua 42, (Entre a Quinta Avenida e a Avenida das Américas), NYC, NY

Sexta-feira, 31 de maio de 2024, às 19:00 e Sábado, 1 de junho de 2024, às 19:00

Em homenagem ao 100º aniversário do falecimento de Giacomo Puccini, um dos maiores compositores de ópera da história, o fim de semana de abertura das apresentações de piquenique contará com a New York City Opera e dois concertos brilhantes celebrando o imenso e indelével legado de Puccini. Com a Orquestra e o Coro da New York City Opera, conduzidos pelo Maestro Joseph Rescigno, os concertos incluirão seleções de cada ópera de Puccini, apresentadas por algumas das maiores estrelas do mundo da ópera, cantando algumas das árias, duetos e conjuntos mais amados de toda a ópera.

Artistas:

  • Kristin Sampson, soprano
  • Ashley Bell, soprano
  • Victor Starsky, tenor
  • WooYoung Yoon, tenor
  • Todd Thomas, barítono
  • Tatev Baroyan, soprano

A comemoração dos 100 anos de Giacomo Puccini continua no final deste verão com a apresentação da favorita perene, Tosca, pela New York City Opera no Bryant Park, na sexta-feira, 23 de agosto de 2024, às 19:00, e no sábado, 24 de agosto de 2024, às 19:00.

Exposição de Arte de Masato Mori: “HIGORO NO OKONAI” – Nanzuka Underground, Tóquio

A NANZUKA tem o prazer de apresentar “HIGORO NO OKONAI,” uma exposição solo com novas obras de Masato Mori, a partir de 25 de maio na NANZUKA UNDERGROUND (Jingumae, Shibuya). Esta marca a primeira exposição solo do artista em três anos desde sua última mostra em 2021. Paralelamente, a exposição solo de Mori, “Snaker,” será apresentada no INS Studio em Dogenzaka, Shibuya, a partir de sexta-feira, 21 de junho.

“HIGORO NO OKONAI” é o capítulo mais recente em uma série de diários ilustrados que descrevem a vida cotidiana de Mori em Tokushima e pode ser considerado uma sequência de sua exposição solo de 2021, “Lonsdaleite Year.” Inspirado pela filosofia de felicidade do artista e historiador de mangá japonês Shigeru Mizuki de “continuar fazendo o que não se pode deixar de fazer,” Mori intensificou sua prática artística ao elevar seus interesses e preocupações a um nível de pura paixão. Mori se envolve com a tela como um meio de cristalizar diversas experiências, desde coletar insetos como borboletas e besouros até brincar no rio capturando camarões e pequenos peixes, convivendo com animais como gatos, cobras e corvos, cultivando várias flores e plantas, incluindo glicínias, rosas e girassóis, bem como remodelando sua casa, herdada de seu avô, transformando-a em uma obra de arte.

Suas novas obras nesta exposição sugerem uma correlação entre pintura e música underground, influenciado por sua amizade com dois amigos de longa data e DJs, 5ive e Powder. O mundo da música dance, onde grooves são criados pela harmonia de sons individuais, inspirou Mori, que afirma que “não existem cores feias no mundo, apenas más combinações de cores,” a perceber a fusão de cores como a harmonia dos sons. Isso levou Mori a considerar conscientemente a correlação entre som e cor, ritmo e pinceladas, e melodia e composição. A exposição “Snaker” no INS Studio, que traça uma década de suas colaborações com 5ive, proporcionará uma oportunidade complementar para mostrar os passos de tais empreendimentos artísticos de Mori.

Assim como existem sons desagradáveis e agradáveis, ou combinações inesperadas de sons que geram novas impressões, Mori realiza vários experimentos com essas novas obras na busca pela ideia de que as cores também podem trazer prazer e surpresa. Na obra “Unko no Bandou,” que Mori escolheu pessoalmente como a imagem principal desta exposição, ele enfrenta o desafio de criar uma imagem experimental que avança ainda mais em direção à abstração. O resultado é uma pintura que consiste em uma harmonia de cores belas e poderosas, de maneira completamente inimaginável a partir do título da obra. Além disso, sua exploração das cores para gerar diferentes tons, como observado nesta obra, levou-o a produzir mais da metade de suas novas obras em tinta a óleo.

Mori descreve sua pintura ideal como “uma imagem criada pela tinta e pelo pincel saltando magicamente sobre a tela livremente, alegremente e como se estivesse dançando, como se vê no mundo de um livro de histórias.” Esta exposição servirá, de fato, como uma oportunidade para experimentar o progresso notável do talento artístico de Mori.

Para esta exposição, Mori apresentará mais de 15 novas pinturas, principalmente em grandes telas, e 4 esculturas de bronze de autorretratos.

Masato Mori "HIGORO NO OKONAI" NANZUKA UNDERGROUND
Masato Mori “HIGORO NO OKONAI” NANZUKA UNDERGROUND

“Franco Escamilla: Ladies’ Man” no Netflix: Pura Provocação Sem Complexos

0

“Franco Escamilla: Ladies’ ManLadies’ Man” é um especial de comédia stand-up de Franco Escamilla.

Franco Escamilla acende um cigarro enquanto entra no palco, cercado por mulheres provocantes. É um verdadeiro desafio às novas normas estabelecidas e uma provocação calculada deste humorista, que sabe, com todo o bom humor do mundo, nos entreter com suas histórias sobre como… fracassar no campo sentimental.

Com mil anedotas provocadoras, Escamilla sabe abordar todas as situações com um senso de humor único, irônico e sempre provocativo. Se você é do tipo que se escandaliza facilmente, talvez este show não seja para você. Mas, se aprecia um humor picante, atrevido e direto, encontrará em “Franco Escamilla: Ladies’ Man” uma oportunidade perfeita para rir um pouco de si mesmo.

“Franco Escamilla: Ladies’ Man” já está disponível no Netflix. Prepare-se para uma sessão de risadas e provocações inesquecíveis!

Onde assistir “Franco Escamilla: Ladies’ Man”

Netflix

“Atlas”: Uma Espectacular Aventura Especial com Jennifer Lopez na Netflix

A nova produção da Netflix, “Atlas”, dirigida por Brad Peyton e estrelada por Jennifer Lopez, chega às telas com um elenco de peso que inclui Simu Liu, Sterling K. Brown e Abraham Popoola. Em tempos onde a inteligência artificial (IA) é uma preocupação crescente, este filme apresenta uma trama onde a IA não só ameaça empregos, mas também controla drones para atacar grandes cidades. Felizmente, Jennifer Lopez está lá para nos defender.

Um Enredo de Tirar o Fôlego

A história se passa na galáxia de Andrômeda, anos após a primeira IA terrorista ser detida e forçada a fugir. Agora, a ameaça ressurge, e um grupo militar é enviado para neutralizar o perigo. Durante a missão, um acidente deixa apenas uma tripulante viva. Para sobreviver e completar a missão, ela precisa se conectar neuralmente a um robô gigante dotado de IA.

Atlas
Atlas

“Atlas”: Puro Entretenimento

“Atlas” é um espetáculo visual cheio de ação e aventuras. Comparável a um videogame, o filme dá ao espectador exatamente o que ele deseja: uma experiência emocionante sem exigir muito esforço mental. Apesar de não ser uma obra de reflexão social profunda, o filme dirigido por Brad Peyton é um exemplo de como manejar o tempo de tela e manter a audiência engajada. A produção não pretende ser uma obra-prima para cinéfilos, mas cumpre seu propósito de oferecer ação e aventuras.

Uma Protagonista com Caráter

Jennifer Lopez, além de protagonizar, também produz o filme. Conhecida por sua força e carisma, JLo traz uma parte de sua personalidade mediática que tanto sucesso lhe rendeu como atriz e cantora. Sua atuação é convincente, encantando seus fãs e provando mais uma vez que ela sabe como entreter seu público. Jennifer Lopez opta por papéis que não são dramáticos, mas que engajam e entretêm o espectador, alcançando sucesso com uma interpretação sólida.

Reflexão ou Entretenimento?

As críticas sobre a falta de profundidade do filme são compreensíveis. “Atlas” é uma produção voltada exclusivamente para o entretenimento. Embora a temática pudesse ser explorada de maneira mais metafórica ou socialmente relevante, o objetivo aqui é claro: proporcionar um momento divertido e emocionante para o público. E nesse aspecto, o filme é um sucesso absoluto.

Nossa Opinião

“Atlas” é um excelente filme de ação que, embora não revolucione o gênero, oferece um espetáculo gratificante cheio de movimento e emoção. Para os amantes de cinema de ação e aventuras, esta produção da Netflix é mais uma prova de que o gênero ainda tem muito a oferecer.

Onde assistir “Atlas”

Netflix

Dreamworks Lança Novo Episódio de Série de Animação: “Jurassic World: Teoria do Caos”

A Dreamworks nos brinda mais uma vez com um capítulo espetacular de sua aclamada série de animação, “Jurassic World: Teoria do Caos”. Este novo episódio é protagonizado por um grupo de adolescentes em um mundo repleto de dinossauros, prometendo agradar tanto os jovens e adolescentes quanto os adultos que guardam com carinho a lembrança do primeiro filme dos anos 90.

Esta nova temporada mantém o mesmo tom das anteriores, mas aprimora o roteiro e adiciona uma intriga ao estilo de mistério e thriller, tornando estes 10 episódios uma temporada imperdível.

Argumento

Darius e seus amigos, após sua estadia na Ilha Nublar, encontram-se agora em um mundo infestado de dinossauros. Os seis sobreviventes, que conseguiram sobreviver quase um ano na ilha, reencontram-se; desta vez em um novo cenário, mas com a certeza de que algo estranho aconteceu naquela ilha e que a morte de Brooklyn não foi uma casualidade.

Sobre a Série

A Dreamworks continua a explorar com sucesso este filão de animação que tomou forma há alguns anos como uma série na Netflix, e que desde então tem sido um sucesso indiscutível. Esta temporada apresenta animações espetaculares, como de costume, com os dinossauros permanecendo as grandes estrelas. No entanto, a série teve a inteligência de se reinventar, adicionando mais profundidade e complexidade às tramas anteriores.

Há mais drama e os personagens são agora obrigados a superar tragédias; eles não são mais as crianças que chegaram à Ilha Nublar. Além disso, temos uma interessante história de mistério que, combinada com cenas de ação e um toque de candura ao estilo Spielberg, resulta em uma combinação que, embora não seja inédita, é extremamente divertida e cativante.

Esta série de animação permanece em plena forma, continuando a proporcionar bons momentos, e este novo episódio é especialmente interessante em termos de enredo.

Aproveitem a série e preparem-se para uma aventura ainda mais intrincada e emocionante!

Onde assistir “Jurassic World: Teoria do Caos”

Netflix

“Garouden: O Lobo Solitário”: Uma série de anime de luta ao estilo clássico japonês na Netflix

“Garouden: O Lobo Solitário” é uma série de anime dirigida por Atsushi Ikariya. É baseada no romance de Baku Yumemakura.

Se você está com vontade de assistir a uma série de anime clássica, genuinamente japonesa e com todo o espírito nipônico, a Netflix traz “Garouden: O Lobo Solitário”, uma série focada, fundamentalmente, em lutas, mais especificamente, no judô.

“Garouden: O Lobo Solitário” é baseada no famoso romance de Baku Yumemakura. A série narra as aventuras de Juzo Fujimaki, um judoca lendário que, após lutar com um urso, é chantageado para participar de um torneio de luta ilegal onde os melhores lutadores do mundo se enfrentam até a morte. Em sua jornada, ele encontra e enfrenta vários desses lutadores para ganhar sua liberdade.

“Garouden: O Lobo Solitário” é a série perfeita para os amantes de animes clássicos de luta e apresenta, além disso, uma introdução com imagens reais dentro da própria animação.

Estamos certos de que os fãs da animação japonesa irão apreciar o classicismo desta série.

Aproveitem!

Onde assistir “Garouden: O Lobo Solitário”

Netflix

“O Rei dos Pneus”: Uma Divertida Sitcom ao Estilo Antigo na Netflix

“O Rei dos Pneus” é uma série de comédia estrelada por Steve Gerben, Shane Gillis, Chris O’Connor, Kilah Fox e Stavros Halkias.

Com uma pegada totalmente retrô, chega à Netflix “O Rei dos Pneus”, uma clássica comédia de situação que parece ter saído de outra época, com personagens que parecem ter escapado de uma máquina do tempo.

Esta divertida série, ambientada em um mecânico nostálgico, apresenta novos amigos simpáticos que trazem seis episódios refrescantes, perfeitos para os aficionados pelas sitcoms mais clássicas.

A série, que se passa há alguns anos, certamente chamará a atenção pelos telefones antigos e computadores que conferem à produção um autêntico aspecto retrô.

São seis capítulos para sentar e apreciar uma série com muita câmera na mão, onde o que realmente importa são os atores e sua simpatia. E disso, eles têm de sobra.

Aproveite e divirta-se com essa nova sitcom na Netflix!

Onde assistir “O Rei dos Pneus”

Netflix

“Meu Porto Seguro 2”: Uma Comédia Turca Familiar Direta ao Coração

0

“Meu Porto Seguro 2” é um filme turco dirigido por Ketche, estrelado por Kaan Urgancioglu, Mert Ege Ak e Melisa Pamuk.

Está procurando um filme para toda a família, repleto de boas pessoas e melhores sentimentos? Esta sequência mantém as mesmas pretensões de seu antecessor e certamente encantará os espectadores da mesma forma que o original: uma relação pai-filho que, agora com uma nova integrante, tende a conquistar o público mais sensível e familiar.

Chaplin sabia disso, e, um século depois, o esquema continua a se repetir com sucessos similares, embora com qualidade e cenários diferentes.

Enredo de “Meu Porto Seguro 2”

Meu Porto Seguro 2
Meu Porto Seguro 2

Após perder a mãe, um menino tenta lidar com a infância ao lado de um pai que bebe demais e uma mãe ausente. Nessa situação, uma nova mulher surge na vida de seu pai. Após um começo complicado, a namorada do pai e o menino começam a se dar melhor.

Sobre o Filme

Não espere que “Meu Porto Seguro 2” mude sua perspectiva de vida, porque não é esse o objetivo. Também não está aqui para revolucionar o cinema ou oferecer uma obra inesquecível. Trata-se de um filme agradável, repleto de bons sentimentos, com o qual podemos passar momentos calorosos.

Um aviso: se você não gosta de filmes sensíveis, escolha outra opção, pois “Meu Porto Seguro 2” apela diretamente ao coração e aos valores familiares desde o início. É um filme que educa e está cheio de bons sentimentos, de pessoas essencialmente boas.

Excessivamente meloso e afetado? Pode ser para alguns espectadores que preferem uma comédia mais pura. Esses, sem dúvida, irão se entediar. Mas para aqueles que gostam de crianças e procuram um filme cheio de ternura, compreensão e valores familiares, “Meu Porto Seguro 2” é, sem dúvida, uma opção perfeita.

Nossa Opinião

Uma opção a mais para assistir na plataforma de streaming, que nos oferece um pouco de tudo, inclusive para os espectadores mais sensíveis que, desta vez, estão com sorte. Este filme vai, sem nenhum tipo de disfarce, direto ao coração.

Onde assistir “Meu Porto Seguro 2”

Netflix

“O Vendedor de Ilusões: O Caso Geração Zoe”: Um documentário da Netflix sobre golpes, contado pelo próprio autor e pelas vítimas

“O Vendedor de Ilusões: O Caso Geração Zoe” é um documentário dirigido por Matías Gueilburt. O roteiro é de Nicolas Gueilburt.

Leonardo Cositorto foi o criador de algo chamado “Geração Zoe”, uma associação de pessoas em busca de oportunidades de negócio e formação. Uma associação que cresceu a partir da Argentina e se expandiu por toda a América Latina, chegando até mesmo à Espanha.

Brincando com especulação, risco e oportunidades, essa associação criou um verdadeiro esquema Ponzi, onde quanto mais amigos você trouxesse, mais ganhos obteria. Já sabemos o que acontece com esse tipo de esquema piramidal: no final, tudo explode porque, simplesmente, a pirâmide não pode continuar sendo alimentada.

E no fim das contas, as finanças, uma operação de trading com criptomoedas que, finalmente, revelou-se ser apenas uma simulação.

Em que consistia a “Geração Zoe”?

O Vendedor de Ilusões: O Caso Geração Zoe
O Vendedor de Ilusões: O Caso Geração Zoe

A “Organização Zoe” era um complexo formativo que oferecia diversos pacotes sobre temas variados, todos relacionados ao conhecimento, formação e, em última instância, à oportunidade de negócios para, enfim, transformar uma vida monótona em uma vida de sucesso, viagens e posses. Tentador, não é mesmo?

O “truque” consistia em trazer mais e mais pessoas para a organização e, ficando com uma parte do dinheiro, devolver outra parte àqueles que também atraíam novos participantes que continuavam a aportar capital na empresa. O que é denominado “esquema Ponzi”.

A empresa cresceu 8000% em 2021, chegando a faturar 40 ou 50 milhões de dólares por mês.

E por trás de tudo isso: Leonardo Cositorto

Leonardo Cositorto foi o fundador e líder espiritual de todo esse sistema de crescimento espiritual e empresarial. Sim, tudo terminou em um escândalo e a fraude veio à tona.

Um homem com muito carisma e poder de convencimento, capaz de entusiasmar qualquer pessoa que entrasse em contato com ele através de sua dialética populista e acessível.

Cositorto soube aproveitar a oportunidade de enriquecer, utilizando-se da necessidade alheia e misturando-a com uma espécie de espiritualismo cultural, tornando seu discurso uma verdadeira mina de ouro.

Sobre o documentário

Em “O Vendedor de Ilusões: O Caso Geração Zoe”, ouvimos muito das vítimas desse esquema, pessoas que investiram suas economias nesse sistema. O documentário também conta com as intervenções do próprio Leonardo Cositorto, que fala sem reservas sobre como gerenciava a empresa e sobre o tipo de vida que levava naqueles dias.

Um documentário clássico sobre fraudes, narrado sem drama e sem violência, o que lhe dá bastante credibilidade.

Nossa opinião

Um bom documentário que, simplesmente, relata os fatos. Imagens de arquivo, bom ritmo de narração e muitos dos prejudicados nos fazem um retrato daqueles dias.

Onde assistir “O Vendedor de Ilusões: O Caso Geração Zoe”

Netflix

“O Dublê” é diversão garantida: crítica do novo filme

0

O aguardado filme “O Dublê”, dirigido por David Leitch e estrelado por Ryan Gosling e Emily Blunt, chegou aos cinemas e promete conquistar o público. Trata-se de um remake da adorada e hilária série de TV dos anos 80, mantendo seu espírito original e adicionando o charme de duas estrelas de primeira linha.

Sinopse

Colt é um dublê especializado em cenas de ação, enquanto Jody é uma cinegrafista talentosa. Trabalham juntos e amam o que fazem, até que um acidente inesperado coloca Colt no hospital. Dezoito meses depois, tudo mudou: Jody agora é uma diretora de cinema renomada, e Colt está determinado a reconquistá-la, retomando seu papel como dublê.

O Dublê
O Dublê

Ryan Gosling e Emily Blunt: combinações de sucesso

Quando se tem atores como Ryan Gosling e Emily Blunt, o sucesso é quase garantido. Gosling interpreta um sedutor irresistível e simpático, que cativa tanto homens quanto mulheres. Blunt, uma atriz versátil, entrega uma performance cheia de graça, entusiasmo e ironia. A química entre os dois resulta em uma comédia que supera as expectativas.

O roteiro de “O Dublê”

O filme é uma paródia à série original e aos gêneros romântico e de ação. Os diálogos, que poderiam soar insípidos na boca de outros atores, ganham vida nas performances de Gosling e Blunt, tornando-se inspirados e inteligentes. “O Dublê” é uma obra despretensiosa, focada em entreter e atingir seu objetivo de forma plena. Com um roteiro simples, a comédia brilha graças ao talento cômico dos protagonistas.

Nossa opinião

“O Dublê” é um filme encantador que, sem fazer muito barulho, proporciona uma experiência divertida e leve. É ideal para esquecer os problemas e se divertir por algumas horas. Uma obra que, sem grandes pretensões, cumpre seu papel de entreter e divertir.